domingo, 20 de novembro de 2011

20 de novembro: Um dia triste pra se comemorar...


Hoje, dia 20 de novembro, me faz lembrar um dia inesquecível, que tinha tudo pra permanecer na memória como um dia feliz, mas, que, devido às tragédias das chuvas na região serrana em janeiro deste ano, tornou-se um resquício do passado com contornos dramáticos, tristes. Dia 20 de novembro de 2010, dia da Consciência Negra, dia de Zumbi dos Palmares, foi também dia de "Cultura de raiz" (projeto da Secretaria Municipal de Cultura de Teresópolis) no bairro Campo Grande, em Teresópolis/RJ. E lá fui eu, a convite de Ronaldo, declamar poemas e tentar popularizar uma arte hoje em dia tão elitista e hermética. O vídeo apresenta um trecho do poema "Maldição parnasiana" (com muitas alterações, adaptando-se ao público, afinal o artista deve estar onde o povo está), do livro "¿NOTE OR NOT SER?"(Outubro de 2001) e, por se tratar de um evento que cultua as nossas raízes, o poema "Eu e outras províncias", de livro homônimo (Julho de 2008), com participação especialíssima de Genaro no zabumba e Vanda no violão. Foi uma aventura interessante!... É... foi... Depois das chuvas de janeiro deste ano, o bairro foi destruído e a maioria do público que prestigiava o evento não está mais presente entre nós na Terra. É estranho rever o vídeo, relembrar a alegria daquele momento, ameaçar um sorriso e, depois, chorar, por todos que passaram, mas que continuam ali, eternos, em estáticos movimentos, no vídeo que fiz pra (ah! era pra...) celebrar aquele dia que, agora, ganha tom de lamento... 


Um comentário:

  1. Penso que o momento que você viveu ao participar, Poeta, assim como aquele que eles vivenciaram foi sim de pura alegria, cultura e celebração. Eternizado para os que permaneceram e tem a oportunidade de rever aquele momento através desse seu registro. Não vejo lamento. Foi-se o lamento dessa data!

    ResponderExcluir