quinta-feira, 25 de julho de 2013

Solidões invernais compartilhadas: Lisérgio Virabossa congelando George Harrison

Vivemos um dos momentos mais glaciais da história climática brasileira. Em resumo, ta um frio du ka...ramba! Inspirado nesse clima de frio londrino em Valença/RJ, o poetamigo Lisergio Virabossa, alter-ego do Poeta-Mestre Alexandre Fonseca, nos apresenta uma versão sub(in)versiva de “Here comes the sun”, dos Beatles; uma releitura fodástica, melancolicamente engraçada e invernal da ensolarada composição de George Harrison.
Pra ler bebendo chocolate quente com vodka russa, amigos leitores!

CHEGOU O FRIO 
[Uma sub(in)versão de George]

Chegou o frio (tchu-ru-ru)
Chegou o frio (e eu digo)
O sol sumiu

Garotinha,
Prepare o chocolate quente
Ponha vodka
Aquela russa, experimente!

Chegou o frio (tchu-ru-ru-ru)
Chegou o frio (e eu digo)
O sol sumiu

Traga o vinho
E o nosso velho cobertor
Calce as meias
E venha me dar seu calor

Chegou o frio (tchu-ru-ru-ru)
Chegou o frio (e eu digo)
O sol sumiu

Frio, frio, frio
Tão sombrio
Frio, frio, frio
Tão sombrio

Olhe a serra
Por trás do branco se esconde
Só assim
Valença fica igual a Londres

Chegou o frio (tchu-ru-ru-ru)
Chegou o frio (e eu digo)
O sol sumiu

Chegou o frio (tchu-ru-ru-ru)
Chegou o frio (e eu digo)
O sol sumiu

Tão sombrio


Um comentário: