sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Solidões Compartilhadas: Os casos e acasos de amor de Paula Costa


Nesta madrugada, preparo minhas malas para seguir viagem para Anchieta/ES, onde farei uma sessão de autógrafos dos meus livros e terei a honra de receber o DIPLOMA ESPECIAL "PERSONALIDADE CULTURAL E ARTÍSTICA 2016" no "Sarau Poético Assunção", acontecerá no Centro Cultural de Anchieta, localizado no antigo Hotel Anchieta, Centro da Cidade. no dia 23 de Setembro de 2016, SEXTA FEIRA, com início as 19 horas. Mas não posso partir e deixar o blog sem postagem, sem lembrar que hoje é um dia muito especial: é no dia 23 de setembro que comemoramos o aniversário de uma jovem e supertalentosa  poetaluna para quem tenho o privilégio de dar aula na Escola Municipal Alcino Francisco da Silva, região rural de Teresópolis. O nome dessa fodástica artistaluna é Paula Costa.
Há pouco tempo atrás, ela me confiou vários escritos poéticos de sua autoria. E é com algumas dessas pérolas líricas de Paula Costa que compartilho minhas solidões poéticas neste dia especial, amigos leitores.
Vida Longa e Muitas Inspirações, espetacular poetaluna Paula Costa!  Eis algumas das maravilhosos poemas e prosas poéticas da talentosa aniversariante Paula Costa, amigos leitores!

O amor

Desde o princípio, quando com você sonhei, me levantei
Nesse dia sozinha eu estava
Até o seu olhar com o meu se encontrar.

O primeiro momento
Desde o dia em que eu te vi, meu coração bateu por ti
Foi tão lindo o que eu senti
Tu foste tudo pra mim!

Nunca o deixarei
Nosso amor me faz ter forças para vencer
E esquecer toda tristeza.

***********************************************************************

Nessa vida tudo que acontece tem uma razão. Nós nos encontramos tão por acaso, em uma das voltas que a vida dá... E neste “por acaso” nos surpreendemos com o resultado! Como a vida é uma caixinha enorme e com muitas surpresas dentro, conseguiu dar o seu jeitinho de nos unir! Uniu e conseguiu fazer com que, a cada dia, eu me importe cada vez mais com você...

*************************************************************************


O amor II

O amor nasceu,
Me envolveu,
Me surpreendeu,
Preenchendo meus dias com felicidade,
Me aconselhando,
Me completando,
Meus melhores momentos são com você!
Nossas horas voam,
Porque em seus braços eu me sinto segura,
Seja conversando, brincando, sorrindo,
Ou dizendo bobagens,
O nosso amor nos preenche, nos basta,
Mesmo que distante, ainda estou com você!


Carta para o Amor eterno, mesmo que às vezes deprimente

Amor eterno, mesmo que às vezes deprimente,

Desculpe se não sou suficientemente boa pra você. As suas expectativas sobre minha pessoa, a de fazer de mim um anjo de perfeição, não me fazem bem, pois as vezes que falhei me fazem ver a decepção em seu olhar. Gostaria de ser a pessoa que você sonhou e idealizou, ficar com o sorriso estampado no rosto o tempo todo, andar arrumada e bem disposta o dia todo, mas não posso e também não quero ser uma bonequinha para consumo eterno. Olha um pouco para dentro de mim e abrace não só o meu lado bom, mas também o ruim. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário