quarta-feira, 16 de maio de 2012

Solidões compartilhadas: "Esse ódio", de Ivan de Souza Esteves

Hoje compartilho minhas solidões poéticas com o jovem teresopolitano Ivan de Souza Esteves, poetamigo e desenhista, mais um grande talento que encontrei nas salas de aula da Escola Municipal Alcino Francisco da Silva, onde leciono. Inspirado na temática do bullying, Ivan produziu, de forma primorosa, um poema contundente, onde o eu lírico, vítima de extremas violências, toma uma decisão radical e infelizmente muito comum em casos de agressões na escola (de cada 8 vítimas de bullying nos E.U.A., uma se mata). 
Quando informei a Ivan que eu tinha interesse em publicar o seu poema em meu blog, o jovem artista - outrora tímido e pouco participativo - fez questão de explicar-me o processo de sua produção artística, ilustrá-la e prepará-la para a postagem. Além do poema, posto outros desenhos desse jovem artista que faz poesia não só com as palavras, mas também com as imagens. Confiram vocês mesmos, leitores, o talento inigualável de Ivan:


 

Um comentário:

  1. Ora, o poeta andante voltou, ele voltou novameente rsrsr. Lembrei da musica de Maria Rita "encontros e despedidas". Você chega e parti, eu, vim só olhar (buzuiá). Li esse post, mas não comentei por falta de tempo. Quero dizer que adorei. Angustiante e de um clima soturno, noturno: "a escuridão permanece". "Sinto que tenho uma coisa dentro de mim (...) tentando se libertar"; eu não acho, eu tenho certeza que há algo dentro de voce querendo se libertar, é o seu talento, disso não tenho dúvida. PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Agora, os desenhos são muito bons mesmos. Esse garoto deve aprimorar cada vez mais esses traços. Meu Deus!!!! como é que tem gente que não ve o talento e toda uma gama de possibilidades de criaturas como A desse jovem, com potencialidades infinitas.

    O QUE MAIS DIZER A ESSE APANHADOR DE FUTUROS?

    ResponderExcluir