domingo, 4 de dezembro de 2016

Seis vezes Douglas Marques Lopes é igual a uma imensidão de poesia!

Ele é um daqueles jovens talentos que passam pela sala de aula transbordando poesia, impossível não reparar na sua arte lírica, trabalhada e esmerada como diamante a cada novo verso, a cada novo sonho, a cada novo poema; já apareceu aqui no blog em diversas postagens (uma solo, com alguns de seus primeiros poemas – eis o link: http://diariosdesolidao.blogspot.com.br/2015/08/solidoes-compartilhadas-os-amores.html - e outras tantas vezes, ora como autor de homenagem lírica às mulheres, no Sarau Pocket do Alcino, ora como coautor de fodásticos poemas vorazes nas postagens do Clube do Livro Alcino Voraz); participa intensamente de projetos lírico-pedagógicos extracurriculares (está em todas: Clube do Livro Alcino Voraz, Luz, Câmera...Alcino! 2016, etc, etc), em resumo, quando falamos de espetaculares artistalunos da Escola Municipal Alcino Francisco da Silva, na região rural de Teresópolis/RJ, temos que citá-lo, porque ele é o cara! Seu nome é Douglas Marques Lopes e, como recebi a confiança do fodástico escritoraluno citado para ler, analisar e digitar seus poemas, hoje tenho o privilégio de, mais uma vez, compartilhar alguns de seus mais-que-fodásticos textos.
Hoje trago 6 poemas de Douglas Marques Lopes: o romântico “Te esquecer”, o rebelde “Foda-se” (que ele fez em homenagem ao meu oitavo livro “Foda-se! E Outras Palavras Poéticas...”), a elegia naturalmente melancólica “Céu nublado”, o soturno “À Noite”, o paradoxal e interrogativo “Poema estranho” e o metapoema (poema que fala da própria arte poética) “Poesia”  – essa breve antologia mostra o imenso e rico universo lírico que o jovem, talentoso e fodástico poetamigo traz dentro de si.
Em tempo: Assim como a genial poetaluna Cassiane Silva, o mais-que-fodástico Douglas Marques Lopes também já confirmou presença no Sarau Professora Rosa Amélia 2016, que acontecerá na manhã da próxima segunda-feira, dia 05 de dezembro, na Escola Municipal Alcino Francisco da Silva, e garantiu que interpretará e cederá alguns poemas de sua autoria para iluminar o evento com sua brilhante poesia.
Boa leitura, amigos leitores! Arte Sempre!

Te esquecer

Te esquecer nunca foi fácil,
Te amar não foi difícil,
Me paixonar não foi difícil,
Por que me fazer sofrer foi tão fácil?
Se te amar foi tão fácil,
Por que é tão difícil te esquecer?

Por que, por quê?
Por que seria tão difícil,
Difícil a ponto de me deixar
Louco, sem rumo, sem esperança,
Por que a minha vida vai ser só tentar
Te esquecer e não chorar...



Foda-se

Foda-se, se ele não te ama,
Foda-se, se ele não te quer,
Foda-se, se ele pensa em outra,
Foda-se, se ele não chora quando você
Foi-se embora.

Foda-se, foda-se isso,
Foda-se se o amor acabou
E com ele foi a minha vontade de viver
Foda-se, foda-se isso tudo.



Céu nublado

Com o céu nublado, pintado de cinza,
Eu vejo lágrimas caindo do seu rosto
Imóvel sem dar nenhum tipo de reação.

Com o céu nublado, pintado de cinza,
Você já estava ali, branco, totalmente pálido,
Pálido como uma vela.
Mas me diga: como está?
O que você está a fazer e a pensar?

Por que, por que isso aconteceu com você?
Por que você se foi assim?
Tão rápido quanto um piloto veloz...




A Noite

A noite chega e você não está aqui,
A noite vai e você ainda não voltou,
A noite vira escuridão profunda
Sem você para iluminá-la
A noite vem e você ainda não chegou

A noite chega e vai!
A noite já chega e você ainda não voltou
A noite é um breu, uma escuridão sem você...



Poema estranho

Por que o seu amor me sufoca,
Por que sua amizade me mata,
Por que seu carinho me enterra,
Por que sua tristeza me renasce,
Por que seu choro me dá vida?

Por quê? Por quê?
Por que seu suspiro me dá calafrios,
Por que seu beijo me dá febre,
Por que sua mão ao me tocar me dá tontura?

Por quê? Por quê?
Por que isso acontece?
Por que é assim mesmo
Por que ao sentir você eu passo mal
Por que é assim mesmo assim que a vida passa?



Poesia

Poesia não é só um texto em blocos.
Poesia é a forma de mostrar o que o autor quer falar.
É também a alma do escritor
e a paixão dele pela vida.

Poesia é uma das formas que o poeta encontra
para falar das maravilhas do mundo.
Um poeta se expressa pela sua poesia
de uma forma que o leitor a leia
e se encontre com sua história.


Nenhum comentário:

Postar um comentário