sábado, 18 de junho de 2016

Temperando com orégano o Arraiá das Letras do GREBAL: Curtindo e participando do Sarau do Grêmio Barramansense de Letras

Hoje finalmente trago ao blog o vídeo com alguns dos vários fodásticos momentos do “Arraiá das Letras”, Grêmio Barramansense de Letras (GREBAL), em Barra Mansa/RJ, no sábado, dia 11/06/2016.  Foi um momento inesquecível em minha trajetória literária – super-hiper-mega-marcante-e-importante na “Nada Tour com Orégano – Jornada Literária de Lançamento e Apresentação de meu nono livro ‘O nada temperado com orégano’”.
Aconteceu na Sede do Grêmio Barramansense de Letras (GREBAL), em Barra Mansa/RJ, no sábado, dia 11/06/2016, o tradicional e mais-que-fodástico Sarau Literário Musical do Grebal, organizado pelos superartistamigos Vera Regina Marins, Eliana Neri e Rozan Silva. Depois de tanto tempo sem participar deste formidável evento, nesta edição de junho, dedicada aos festejos juninos, ao Dia dos Namorados e ao Dia da Língua Portuguesa, eu, representando o Sarau Solidões Coletivas, de Valença/RJ, tive a oportunidade de apresentar meus livros mais antigos e o meu nono e mais recente, "O nada temperado com orégano" (que teve um dos poemas deste livro mais recente lido por uma das divartistamigas grebalistas), além de curtir super-fodásticas apresentações! O vídeo traz minhas duas participações no evento (as declamações dos poemas "Saudade dá Bandeira", do meu quarto livro "O último adeus [ou O primeiro pra sempre]" [2004] e "Amor fora de si", do meu sétimo livro "Bebendo Beatles & Silêncios" [2013], que eu dediquei a minha divartista-namorada-eterna-musa Juliana Guida Maia) o meu poema "Inverno Íntimo" (do meu nono livro "O nada temperado com orégano" [2016]), apresentado pela divartistamiga do Grebal, fragmentos das apresentações musicais de Abrahão Lincoln Graciosa Machado, Rozan Silva e Menulfo e a poetamiga Raquel Leal declamando poema de sua autoria.
É bom demais estar de volta ao Sarau do Grebal (sentia uma falta danada de participar deste mais-que-fodástico evento). Mais uma vez, guardo neste vídeo e na memória, momentos inesquecíveis de música, dança, artes plásticas e poesia na sede do Grebal.

Vida Longa ao Sarau do Grebal e que eu possa participar sempre que possível das mais-que-fodásticas edições deste hiper-mega-maravilhoso evento!




Nenhum comentário:

Postar um comentário