terça-feira, 22 de março de 2016

Solidões Compartilhadas: Cachoeiras de Amores e um Mar de Letras na Poética de Jammy Said

Yeah, amigos leitores, os deuses das artes ouviram minhas súplicas e finalmente, após muitos pedidos, a divartistamiga niteroiense Jammy Said me permitiu que eu compartilhasse aqui no blog alguns de seus encantadores e fodásticos poemas. Artistativistamiga múltipla (ela é bailarina, empresária, professora de danças, poetisa, escritora, atriz, assessora de artistas, produtora e ativista cultural!) e com uma agenda frenética de eventos dos quais participa intensamente, Jammy se destaca em diversas áreas da arte, como dança, poesia, entre outros, e traz em sua poética essa magia lírica, essa multiplicidade de temas e sentimentos, esse ritmo vibrante, essa caminhada incansável pelos mais belos mares de letras, amor, paz e harmonia.
Para apresentar-lhes um pouco dessas mil facetas poéticas de Jammy Said, compartilho 3 fodásticos poemas de sua autoria: o primeiro, intitulado “Mar de Letras” é um metapoema (ou seja, um poema que fala sobre o próprio poema, sobre o fazer poético) que revela os caminhos líricos imaginados e traçados pela escritora; o segundo, cujo nome é “Rabiscos inacabados” traz um eu lírico derramado em múltiplas sensações, reflexivo com a passagem alucinante do tempo, diante de um porta-retratos que lhe remete a tempos passados, que não voltam mais (deixando assim a impressão de incompletude, como se o eu lírico tivesse apenas rabiscos inacabados de si – neste segundo poema, vemos versos extremamente longos e confessionais, bem ao estilo de Álvaro de Campos, heterônimo do consagrado poeta Fernando Pessoa, abordando o tema da efemeridade do tempo, tema este consagrado em poemas como “Retrato”, da também poeta e diva Cecilia Meireles; o terceiro, chamado “Meu segredo” traz um eu lírico de peito aberto – em contraponto ao título, o que sugere a revelação de algo outrora oculto – em intensa confissão amorosa (curiosidade: segundo a própria autora, o poema foi dedicado a um “amigo, um ex namorado, mas uma amizade eterna de almas que se admiram, se respeitam”).
Além dos 3 poemas, divulgo três vídeos da múltipla artistativistamiga Jammy Said, na qual ela demonstra seu outro dom: a arte de fascinar, de encantar a todos com sua dança e poesia vibrantes e apaixonada pelos diversos caminhos da arte. Os vídeos, postados após os poemas, foram ‘roubartilhados’ do canal de Jammy no Youtube (segue o link para os leitores se inscreverem e poderem curtir outros encantadores momentos líricos da divartistamiga: https://www.youtube.com/channel/UChtB252lzY8tbmwpdbKOcCQ/videos?sort=dd&shelf_id=0&view=0 ).
Naveguemos nossos olhos, amigos leitores, pelas intensas cachoeiras de amores e pelo maravilhoso mar de letras da fodástica divartistamiga Jammy Said!

Mar de Letras   (Jammy Said)

Entre Encantos e Magias a Dona Poesia reina Absoluta
Com Amor, Paz e Harmonia.
Viva a Deusa da Poesia
Na Correnteza de Letras em um Rio sem fim...
Cascatas de Flores ao redor dos Jardins.
Cachoeiras de amores e um Mar de Letras com cheiro de Jasmim.



Rabiscos inacabados      (Jammy Said)

Lágrimas teimam em rolar na minha face como se fossem diamantes.
Lágrimas Cristalinas...
Minhas mãos não são as mesmas ao escrever.
Elas tremem, sinto o calafrio do tempo.
Ah, o tempo!
Rabiscos inacabados no papel...
Lembranças de poemas escritos nos livros meus,
Lembranças de frases inteiras e outras tantas esquecidas e perdidas no tempo.
Procuro no vazio de minha mente as lembranças de outrora e só encontro o passado no meu mundo tão presente.
Fecho os olhos das lembranças e acordo na Fantasia do Mundo Real.
Esqueço nomes, histórias, pessoas e lugares.
Mas estou presente...
Em pouco tempo que me resta nas minhas lembranças existe como Poesia no meu dia.
Declamo poemas inteiros, lembro de nomes, pessoas e lugares.
As lágrimas começam novamente a rolar na minha face... Mas um sorriso ilumina meu rosto cansado que o tempo fez rugas.
Me olho no espelho e me reconheço. passo as mãos no meus rosto e vejo minhas mãos enrugadas com manchas que o tempo deixou..Olho meu rosto não e mais o mesmo e vejo marcas que o tempo perpetuou.;. Minhas pernas já não me obedecem...
Meus cabelos parecem nuvens brancas e macias como algodão.
Só por uns instantes vejo o porta-retratos na mesa: cabelos negros como a Noite, olhos iluminados como sol, pele macia e jovem e só por uns instantes o tempo me permite as lembranças.
De repente... Não mais que de repente...
Uma névoa passa nos meus olhos, a caneta cai das minhas mãos, o rabisco fica no papel, eu olho para o porta-retratos e as lembranças do tempo se foram.
Volto a olhar o infinito com olhos lacrimejantes de saudades com pensamentos vazios que o tempo roubou.
Em algum lugar da mente ainda estou ali.
E agora quem sou?



Meu Segredo (Jammy Said)

Você é meu passado tão presente, sem querer entrou na minha mente deixando saudades.
Nosso segredo que guardamos
no coração sem medo.
Quantos anos de espera e distância que nos separam e a ansiedade da espera.
Foram tantos desencontros...
mas sempre perto nos pensamentos e nos sonhos nos encontramos.
Sei de seus anseios, desejos e segredos.
A vida e uma caixinha de surpresas.
Sempre nos surpreende em formas inusitadas de reencontrarmos.
E não importa se você não bater na minha porta,
seu rosto esta desenhado nas nuvens.
Quando abro minha janela, vejo você me olhar
e o vento chega de mansinho, é você que vem me abraçar.
Nosso amor é real, já ultrapassou os limites da Fantasia...
Vivemos um amor de Encanto e Magia.



Vídeos de Jammy Said:




Nenhum comentário:

Postar um comentário