quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Os vídeos extras do "Foda-se! E outras palavras poéticas... - o livro e sua história" chegaram ao blog!

Hoje trago ao blog dois vídeos bônus do material que fariam parte do clipoema-documentário-lírico "Foda-se! E outras palavras poéticas... - o livro e sua história", usado para divulgação de meu oitavo livro. Originalmente produzidos para o projeto, ambos acabaram sobrando ou foram encurtados na edição final, pois o clipoema-documentário-lírico já tinha ultrapassado o tempo limite (já estava com pouco mais de 10 minutos).
O primeiro vídeo, filmado por Juliana Guida Maia na sala de estar da casa de Isabel Cristina Rodegheri, o músico-amigo Zé Ricardo Maia e eu interpretamos o trecho final de "Noite e dia em teus olhos", um dos poemas que fazem parte do meu oitavo livro "Foda-se! E outras palavras poéticas..." (2014), que concorre na Categoria Livro do Prêmio Olho Vivo 2015, cujo resultado será divulgado no dia 19 de fevereiro de 2016. O vídeo tem participação especial do cachorro Ozzy, teatralmente estirado no chão, olhando pro vazio do lado de fora.
O segundo vídeo, filmado por Davi Barros no Estúdio BLACK CULT, temos a versão completa na qual os músicos-amigos Fernandinho (guitarra) e Uli Barros (bateria) e eu interpretamos "Canção Imperativa",  outro dos poemas que fazem parte do meu oitavo livro "Foda-se! E outras palavras poéticas..." (2014), que concorre na Categoria Livro do Prêmio Olho Vivo 2015, cujo resultado será divulgado no dia 19 de fevereiro de 2016. A melodia foi criada pelo músico-amigo Fernandinho na hora e a versão foi gravada após um rápido ensaio.
Para quem quiser conhecer o clipoema-documentário-lírico "Foda-se! E outras palavras poéticas... - o livro e sua história", ele está numa postagem anterior, no seguinte link: http://diariosdesolidao.blogspot.com.br/2016/01/chamas-que-sobrevivem-e-o-foda-se.html)
E assim a galera do Sarau Solidões Coletivas, do Coletivasom (ambos apoiaram bastante o projeto do "Foda-se! E outras palavras poéticas... - o livro e sua história") e eu mantemos nosso caminho, já planejando (alguns até já realizando) novos projetos em 2016.
Arte Sempre, amigos leitores!




Nenhum comentário:

Postar um comentário