terça-feira, 16 de junho de 2015

Balada para lembrar os seis que eu devo esquecer em 2016 (Para alguns vereadores de Teresópolis que decepcionam mais uma vez)

Crédito da foto: TV Cidade Canal 9

Crédito da foto: TV Cidade Canal 9
Mais uma vez os vereadores de Teresópolis/RJ decepcionam o povo, que, hoje, se movimentou em frente a (e dentro da) Câmara Municipal de Teresópolis, pedindo a votação da Comissão Processante paro afastamento do prefeito Arlei Rosa, que tem atrasado pagamentos e benefícios dos servidores públicos municipais. Necessitando de 8 votos, a Comissão Processante não aconteceu (apenas 6 vereadores votaram a favor). Os vereadores Dr. Carlão e Anginho, presentes na Sessão da Câmara, votaram contra o processo. Serginho Pimentel, Dr. Habib, Dedê da Barra e Luciano Ferreira faltaram à Sessão, ou seja, foram a favor da permanência do polêmico e quase desaparecido Arlei Rosa na cada vez mais debilitada Prefeitura de Teresópolis/RJ.
Os seis vereadores citados ignoraram o grande movimento popular que acompanhava a Sessão da Câmara e, mais uma vez, foram contrários aos anseios daqueles que os elegeram, talvez por pensarem que, independente de sua arrogância com o povo, tais atos nefastos serão esquecidos nas eleições municipais de 2016. Pois bem, talvez estes ardilosos políticos estejam certos: muitas vezes o povo esquece... Mas quem disse que a arte esquece?  

Balada para lembrar os seis que eu devo esquecer em 2016
Dedicado aos vereadores que não colaboraram com a Comissão Processante que afastaria Arlei Rosa do comando da Prefeitura de Teresópolis/RJ

Hey, doutor de cabelos brancos e vista fraca,
já foste um menino de olhos puros
antes da visão diabolicamente turva,
antes dos óculos oblíquos de ressaca.
Hey, doutor de cabelos brancos e vista fraca,
já escolheste salvar vidas,
hoje preferes ignorá-las...

Hey, homem sumido das rodas populares do Meudon, de São Pedro e da Barra,
já foste – pelo menos fingiste ser - mais amigo dos oprimidos
antes de escolheres o conforto omisso,
antes de teres assumido a falta de garra.
Hey, homem sumido das rodas populares do Meudon, de São Pedro e da Barra,
já foste amigo de porta-bandeiras e mestres-salas,
hoje sambas sozinho em teu mundinho cheio de amarras...

Hey, lobo servidor público municipal, ex-companheiro de batalha,
já foste mais trabalhador,
antes de servires aos maiores poderes,
antes de te juntares à mais rica gentalha.
Hey, lobo servidor público municipal, ex-companheiro de batalha,
já pediste o povo no poder,
hoje preferes vestir-nos com mortalhas...

Hey, pequeno anjo de asas cortadas,
já foste um ser alado
antes de te venderes ao inferno,
antes de tomares direções erradas.
Hey, pequeno anjo de asas cortadas,
já trouxeste propostas angelicais,
agora desenvolves alianças endiabradas...

Hey, ex-agricultor da família e atual motorista de bravatas,
já foste o guia de muitas pessoas,
antes de percorreres as mais ricas estradas,
antes de te enforcares com uma gravata.
Hey, ex-agricultor da família e atual motorista de bravatas,
já dirigiste para os simples,
agora preferes os magnatas...

Hey, doutor papa-jerimum dos bigodes brancos e das vastas risadas,
já foste mais vigilante com a saúde dos outros,
antes de alterares os planos,
antes de adoeceres em faltas malfadadas.
Hey, doutor papa-jerimum dos bigodes brancos e das vastas risadas,
já trabalhaste pela higiene de tua cidade,
hoje deixas a doença caminhar tristemente por nossas calçadas...

Hey, malditos todos Os Seis,
já fostes a esperança de alguém,
hoje sois representantes de ninguém.
Hey, malditos todos Os Seis,
ganhastes os votos do povo refém,
hoje sois lembrados para serdes esquecidos em 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário