segunda-feira, 2 de março de 2015

Uma explosão de luz e energia: Os poemas-enredos iluminados dos carnapoetalunos do Alcino (participe da folia e escolha o seu favorito)

Yeah, amigos leitores, o carnaval passou há algum tempo na Sapucaí, mas a poesia na Escola Municipal Alcino Francisco da Silva (EMAFS), de Teresópolis/RJ, continua sambando, cheio de energia, na folia da educação lírica!
Na semana passada, após trabalhar com os poetalunos da EMAFS o gênero textual samba-enredo com o tema energia, tendo como exemplo o samba-enredo de 2005, da G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira (RJ), “Mangueira Energiza a Avenida. O Carnaval É Pura Energia e a Energia É Nosso Desafio”, eles foram desafiados a produzirem um ‘poema-enredo’ com o mesmo tema (afinal, o tema sugerido para a rede de ensino neste ano é luz e energia), usando como fontes de pesquisa as antigas e empoeiradas enciclopédia (yeah, Alcino resgatando a memória e o iluminismo rs).
E os grupos de carnapoetalunos da Escola de Samba Fictícia “Alcino Energia” (o nome foi sugerido pela poetaluna Guttyellen, do 9.º C) iluminaram as páginas em branco com poemas-enredo de pura folia e poesia (seguiram rigorosamente e primorosamente todos os quesitos: adequação ao tema, refrão com imperativo chamando o seu folião, versos com autorreferência [citação do nome da escola de samba e/ou de suas fictícias cores], tom de exaltação, etc) e, diante de tanta dedicação e genialidade, é claro que o professor-poeta-pateta que vos fala deveria levar a apuração dos grupos de carnapoetalunos bem a sério (lembrando que, como profissionais da educação, devemos sempre lembrar: uma das regras básicas da produção textual é esclarecer os objetivos e para quem o educando escreve [e, de preferência, que a resposta desta questão vislumbre a ampliação de horizonte do escritoraluno).
Para a eleição dos melhores poemas-enredos (uma outra característica básica do samba-enredo é que ele possui caráter competitivo – sempre se busca levar os melhores sambas para a escola brilhar na avenida), decidi por 3 formas de votação, mantendo os grupos anônimos, buscando diminuir a possibilidade de favorecimentos por simpatia com os autores (o que gerará 9 campeões – podendo se repetir grupos – de acordo com a configuração usada [essas 3 formas diferentes também visam permitir o maior envolvimento dos leitores e escritores e maior justiça nas escolhas, afinal, às vezes o que brilha no júri popular não é o mesmo do técnico nem o do virtual]).
A primeira forma de votação, de caráter popular e batizada de “Estandarte do Povo”, já foi realizada na noite de sábado, dia 28/02, durante o Sarau Solidões Coletivas de fevereiro, na Biblioteca Municipal D. Pedro II, quando artistas e simpatizantes das artes votaram nos poemas-enredos que estavam expostos em um varal poético (o resultado pode ser conferido no vídeo que fiz no face, cujo link compartilho logo abaixo):




A segunda forma de votação, por meio da enquete na internet começa hoje aqui no blog, foi batizada de “Estandarte Virtual” e vai durar 10 dias, para possibilitar que internautas do mundo todo escolham os poemas-enredos de sua preferência (das 3 formas, é o único sistema que permite a interferência dos grupos de carnapoetalunos no resultado, afinal, apesar do anonimato, eles podem reconhecer seus textos e defenderem entre seus amigos virtuais a eleição de seu poema-enredo – sim, nesse, simpatia e poder político também contam e influenciam).
A terceira forma de votação é o “Estandarte Técnico”, pois será avaliado pelos profissionais (professores, equipe diretiva e demais funcionários) da EMAFS (também começou hoje: os poemas-enredos estão expostos numa pasta na sala dos professores).
Seja qual for o resultado, todos os carnapoetalunos da EMAFS já se sagraram campeões (o meu voto, por exemplo, vai pra todos), pois todos os grupos realizaram a atividade lírica com louvor, são todos dignos de carregarem e defenderem a bandeira da poesia sublime e da eterna folia em sua escola poética.
Abaixo posto os poemas-enredo para que os amigos leitores possam ler e escolher/votar em seu favorito (a enquete está colocada numa barra à direita na página principal do blog – os poemas-enredos estão dispostos por números escolhidos arbitrariamente e, quanto ao anonimato nos textos, isto será encerrado logo após todas as 3 votações serem encerradas).
Boa leitura, escolha consciente, amigos leitores, Educação, Folia e Arte Sempre!

1
Alcino Energiza

Alcino mergulhou na energia
Despontou no infinito trazendo alegria
No meio do apagão brilhou
E a todos encantou
Coloriu o Brasil de Norte a Sul
Com sua bandeira verde e azul

Os raios de sol
Batem na avenida
Trazendo energia positiva
A energia traz o vento
Com samba no pé

Vem, vem sambar
A energia do samba
Vai te contagiar
Vem, vem sambar
A folia do Alcino
Vai te contagiar

Numa onda de felicidade
A nossa energia é de qualidade
Rimando e sambando
Girando e sambando
Sempre com samba no pé
O nosso desafio é aqui

2
Alcino Energia: Energia e suas fontes

Pelos ares navegamos
Fontes de energia encontramos
Energia eólica, energia solar
Que vão nos fazer sonhar.

Vem, vem, vem que o Alcino Energia
Vai te animar
Vem, vem, vem que a energia
Vai te contagiar.

Pelas terras encontramos
Termoelétricas e Geotérmicas
Por combustível e por vapor
Vem fazer rodar o motor.

Vem, vem, vem com a gente cantar
Vem, vem, vem conosco dançar
Vem, vem, vem com o Alcino Energia pular.

3
Grande energia

A escola de samba Alcino Energia está chegando
Para falar das grandes hidrelétricas
Que nos fornecem a luz na escuridão.

Posso ouvir o som da multidão
Contando os minutos
Para a grande emoção.
Na grande extensão
Uma grande explosão
Se fez a luz
E nos separou da escuridão.

Alcino Energia
Vem com toda emoção
Trazendo as maravilhas desse mundão
Ligado no povo, na nossa nação.

As luzes a iluminar
Vamos na avenida desfilar.
O mundo gira, o tempo passa,
O povo grita quando a luz ameaça acabar

A água nos fornece a luz de cada dia
A vida, a saúde e a energia
Vem com o Alcino Folia!

4
Fenômeno natural

Fenômeno natural
Na formação do universo
Assim começamos
O nosso verso

A reação nuclear
Fez a Sapucaí brilhar
E essa energia
Fez nossa escola desfilar
Com Alcino Energia, vem sambar!

Vem, vem sambar
A nossa escola é pura energia
Vem, vem sambar
A nossa escola é cheia de harmonia

5
Alcino e suas energias

A azul e branco chegou
Alcino Energia apontou
Na avenida pra cantar
As formas de energia anunciar.

Do Sol à primeira energia
A energia nuclear
A energia do povo que faz o samba voar

Energia é o que nos movimenta
Vem pra avenida
Com Alcino Energia vem brilhar
O Alcino Energia brilha
Vem pra avenida brilhar!

Energia potencial é a energia do corpo
Cinética e a do movimento
A nossa energia térmica está explodindo
Alcino Energia chegou!

Alcino Energia é pura alegria, amor e felicidade
Vem pra avenida
Somos ousadia
Somos a energia!

Onde nós chegamos
É só alegria e pura energia
Brilho no olhar, paz no coração
Alcino Energia já chegou
Com energia e amor
Venha se contaminar
Com o vírus da energia
Que aqui chegou!

6
Mais energia no Norte, viva a Eletronorte

Mais energia tem Balbina e Samuel
Agradecemos a Eletronorte
Pelas nossas noites iluminadas sob o céu
Eu sou Alcino até a morte
Agradecemos pela vida doce como mel
Ó Pai do Céu, como dei sorte

Alcino Energia vem representando alegria
O Carnaval te contagia e te traz pra folia
Vem com a gente, vem comemorar
Vamos, meu povo, festejar!

Vem com o Alcino Energia
Com toda essa energia que contagia
Então ‘bora’ cantar
Que a festa mal começou e não pode acabar!
Alcino vem trazendo alegria
Paz na alma, então simplesmente sorria!

7
Carnaval da economia

Vamos, minha gente
Vamos com o Alcino Energia economizar
Vamos poupar a luz
Pra muito carvão não gastar.

Sempre apague as luzes
Para na hora que precisar
Não ter que trocar, nem comprar.

Agora, minha gente,
Já que economizou
Não precisa se preocupar
Porque muito carvão não gastou

Agora, dona de casa,
Uma dica vou te dar
Tire sempre o pó das lâmpadas
Pra muita energia não gastar.

8
Alcino, a energia da natureza!

Vem...
A nossa energia contagia,
O povo samba, é alegria!
É carnaval, é festa, é folia!

Vem...
Que a natureza tá chamando
E a energia tá brotando
De todo lugar – vem sambar!

A velocidade não para,
Traz a eletricidade pra sua casa,
Faz a luz, nos tira da escuridão...
É o vermelho e roxo
Se destacando na multidão

Os recursos naturais estão presentes
No dia a dia da nossa gente
Quem vê a natureza acredita
Que não existe só hipocrisia

O vento começa a soprar
Faz o moinho girar
As chuvas começam a cair
E enchem os reservatórios daqui.

A velocidade não para,
Traz a eletricidade pra sua casa,
Faz a luz, nos tira da escuridão...
É o vermelho e roxo
Se destacando na multidão

9
A energia do samba

O Alcino Energia é só alegria,
Traz as várias formas de energia:
Tem a mecânica,
Também tem a potencial,
Tudo isso é muito legal.

Vem com a gente
Vamos lá, sambando
E energizando
Com o Alcino Energia detonando!

Mas não se esqueça de economizar
Cuidado com a energia química e a nuclear
Assim você pode o mundo mudar
E a todos encantar.

10
A engenharia do samba

Lá vou eu,
Lá vou eu,
Pela Barsa navegando
Encontrei a engenharia
E no assunto fui mergulhando.

Vem que eu vou te mostrar
Os aspectos da engenharia
Da energia do átomo
Em seu constante relacionamento
Com a natureza
Olha, é uma beleza!

Vem, vem sambar!
Com o Alcino Energia
O nosso carnaval vai ser show
Cercado de engenharia, meu amor!

11
Alcino Energia com várias formas de energia

Passeando pela floresta
O Alcino Energia vem mostrar
Que muitas energias podemos encontrar
Como a água e a energia solar
Que fazem nossa vida melhorar.

A água bem gelada
Pra nos refrescar – vem sambar
Com a energia do Alcino
Vamos mostrar
Que a água devemos preservar.

Vem preservar com a gente
Vamos fazer diferente
Pra que a energia continue junto da gente.

12
Alcino Energia viajando pelo Norte e levando alegria

Olha o Alcino Energia aí, minha gente!
O Alcino despertou na imensidão
Das hidrelétricas que produzem luz
Para a nossa nação
Numa fusão de cor e paixão

Vem viajar com o Alcino Energia
Pelo Brasil que o mundo desconhece
Vem conhecer
Vista sua fantasia
E venha ver o sol nascer

Vamos para o Norte na imaginação
Fazendo a energia iluminar a multidão
Trazendo emoção para o nosso coração
Vem viajar com o Alcino Energia
Vamos sambar com a mais pura folia
Traz sua família com muita alegria

O desfile é o ciclo da vida
A energia do samba
É o combustível do amor
Sou Alcino Energia
Nos braços do povo fazendo fluir
O azul e branco daqui

13
O Alcino viaja o mundo

O Alcino viaja o mundo
Economizando energia
Trazendo muito amor e alegria

O mundo todo
Está ligado no Alcino Energia
Vem, vem, vem
Vem pra cá você também

Vem se divertir
Vem se alegrar
E vem economizar
Com o Alcino Energia

14
Energia e Indústria

Alcino Energia vai passar,
Vamos energizar
Numa explosão de alegria.
Deus criou o mundo
E nele várias formas de energia
Fez o sol, a luz do dia,
E no vento trouxe a nossa felicidade
Não poderíamos mais viver
Sem a nossa eletricidade.

O Alcino Energia vai passar
Falando sobre energia e indústria
Pra economizar.

Vem, vem, vem pra cá
O Alcino Energia vai te ensinar
A economizar.

15
Economize Energia

Vem, moçada, vem dançar
O Alcino Energia chegou para animar
E trazer alegria
A tristeza foi embora
Pra nunca mais voltar.

Vem aqui para cantar
O meu som vai te contagiar
O meu papel é economizar
A energia está no ar.

Agora vou te falar
A luz você deve apagar
Essa é a solução
Para o mundo melhorar.

Vem para a energia
Vem pra cá, a energia vai te contagiar
O Alcino é folia
E a todos vai alegrar!

O Alcino vai passar
A energia vai chegar
E o povo vai economizar.

16
Vem, vem, vem economizar

Alcino traz alegria
Para termos mais energia
Energia ‘tá’ acabando
As águas estão secando

Vem economizar com a gente
Vem, vem, vem para economizar

Vem, vem, vem tomar banho
Bem rapidinho
Vem, vem, vem desligar a torneira
Depois de escovar os dentinhos.

Vem economizar com a gente
Vem, vem, vem para economizar



2 comentários:

  1. Cm faz para votar ???? E só botar nos comentários ????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há uma enquete na barra lateral direita, mais acima. É só logar (entrar com uma conta de e-mail válida) no blog, votar no (s) poema(s)-enredo(s) que considerar melhor.

      Excluir