sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Solidões Compartilhadas: A escuridão de Tânia Ribeiro em poema e em vídeo do Luz, Câmera... Alcino!

Hoje trago aos amigos leitores mais uma super-produção do Grupo Luz, Câmera... Alcino: o curta-metragem "A escuridão", baseado em poema homônimo da poetaluna Tânia Ribeiro, atualmente no nono ano, escrito no ano passado em homenagem à poética ultrarromântica e gótica, durante as aulas sobre os poetas Lord Byron e Álvares de Azevedo, do século XIX.
Filmado no início desse mês de setembro, o gênero do curta ficou um tanto indefinido: um drama lírico científico, narrado pelo artistaluno Mateus Cardoso. O roteiro final foi elaborado por mim em conjunto com os alunos. O clipe é protagonizado pela artistaluna Geovânia Rodrigues e por Herbert Gabriel, O roteiro das cenas foi elaborado pelos artistalunos e por mim. Todas as filmagens, a direção de arte,, revisão de roteiro, direção geral e edição foram realizadas por mim. O clipe ainda contou com a participação de Rayssa Fernandes, Lorraine Lopes, Marianne Rodrigues, Letícia Monnerat,José Vitor Martins, Mateus Cardoso, Stefanny Amaral e Gisleny S. de Almeida. As gravações das cenas foram feitas no contraturno das aulas e receberam o total apoio de artistalunos, profissionais do trabalho cotidiano da escola e da equipe diretiva.
Abaixo segue o vídeo e o poema que inspirou o curta-metragem. Espero que gostem e curtam, amigos leitores!



A escuridão

Na escuridão da noite,
pelas ruas de Teresópolis rolaram boatos
de que um vírus cairia sobre a terra...
Pessoas com medo trancaram a porta;
agora elas têm saudades da vida lá fora.
Agora a única coisa que nos resta
é a solidão, um lugar sem razão,
onde poucos conhecem o mundo
e muitos não.
Ao anoitecer, tudo fica estranho:
um lugar vazio e solitário,
sem ninguém por perto;
apenas a escuridão...
Tainá Ribeiro 


Nenhum comentário:

Postar um comentário