segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Central de Atendimento S.O.S.: O curta-metragem inspirado no meu conto "Fale conosco (Ana e Telmo)"

Neste meu retorno – após um brevíssimo recesso - ao universo virtual e, consequentemente, ao blog, uma das surpresas que mais me trouxe alegria veio de uma mensagem no facebook, enviada pelo ator-artistamigo Jorran Souza (conhecido como Joh Chiquito), na qual ele me informava que "Fale conosco (Ana e Telmo)",  um dos contos de meu sexto livro “Diários de Solidão” (2010) havia sido transformado em um fodástico curta-metragem, concebido por ele, com o apoio dos atores Luan Barros e Maria Montera.
Fiquei emocionado de ver meu conto adaptado de forma tão fodástica em um curta-metragem! E com trilha sonora da Hipnotize Banda (da qual sou talifã rs)! Fodástico demais ver um conto meu, um filho lírico, tomar o mundo através dos olhos de outros artistamigos! Fodástico demais (putz, extrapolei o abuso do uso da palavra “fodástico” nesta postagem! rs)!
E, como sempre, não posso deixar de compartilhar contigo, amigo leitor, este fodástico tributo cinematográfico a um de meus contos. Por isso, hoje posto o conto "Fale conosco (Ana e Telmo)" que inspirou o curta-metragem e, claro, o fodástico curta “Central de Atendimento S.O.S.”, inspirado no conto.

O conto:  Fale conosco (Ana e Telmo)

— Central de Atendimento SOS, Ana. Em que posso lhe ajudar, senhor?
— É.... bem... eu queria fazer uma reclamação... mas você demorou tanto pra me atender que...
— Pedimos desculpas pela demora, senhor, a nossa Central de Atendimento está congestionada...
— ... não me lembro do que ia reclamar. Ei! Não me chame de senhor... Não sou tão velho assim!
— ... mas agora estou pronta pra lhe atender. Qual é a sua reclamação, senh...
— Não! Senhor tá no céu, não me chame assim!... Nossa! Sua voz é tão bonita, mas tão fria...
— Senhor, por favor, informe seu problema para que nossa Central possa lhe ajudar.
— O problema é esse! Você não entende? Não me chame de senhor, não seja tão fria assim...Você não me escuta! No boleto, estava escrito: “Fale conosco”, mas como posso conversar se você não me escuta?
— Para agilizar o seu atendimento passarei para o meu supervisor...
— Não, espere... Eu preciso que você me escute... Ah! Merda! Essa musiquinha de novo não! Volte, Ana! Volte pra mim...
— Central de Atendimento SOS, supervisor Telmo. Em que posso lhe ajudar, senhor?
— Eu quero a Ana de volta nessa linha, seu babaca! A gente tava desenrolando até você interromper! E senhor é a puta que te pariu!
— Senhor, por favor, informe seu problema para que nossa Central possa lhe ajudar. Lembro ao senhor que essa ligação é gravada para sua segurança e melhor atendimento.
— Pois grave isso, seu empata-foda! VÁ SE FUDER! EU QUERO A ANA DE VOLTA!
— Precisa colaborar para que eu possa lhe oferecer o atendimento adequado, senh...
— Ela tem a voz mais linda que eu já ouvi... por favor, devolve a ligação pra ela, cara...Cansei de brigar, pode me chamar de senhor, mas devolve a Ana pra mim, eu preciso ouvi-la...
— Seu nome completo, por favor...
— Nunca fui completo, cara, mas quando ela me atendeu... a voz dela, cara, preencheu alguma coisa... Andei tão sozinho que, sei lá, pensava que jamais iria ouvir uma voz assim...
— Preciso de seu nome completo, senhor...
— Ana... É um nome bonito, né? Simples e bonito... Queria que as coisas fossem assim: simples e bonitas...
— Por favor, senhor, precisa colaborar...
— Putz! Fui grosso com ela, por isso que você apareceu... Eu tava tão irritado, agora sinto falta dela...
— Sinto muito, senhor, mas, sem identificação, a Central de Atendimento não poderá lhe ajudar...
— Pe-peraí! Desliga não! Tá bom, tá bom. Meu nome é José da Silva... Não desliga, cara, eu vou colaborar...
— Jo-sé da Sil-va. Confirma a informação, senhor?
— Confirmo tudo... me devolve a Ana, cara...
— Número do seu CPF, por favor.
— Pô, cara, tá abusando!...
— Senh...
— Tá, tá: 123451234-56...puxa...
— Jo-sé da Sil-va, CPF 123451234-56. Confirma?
— Sim, sim! A Ana, cara, por favor!
— Nossas atendentes já lhe mostraram o novo pacote de torpedos SOS?
— Caralho, cara, você tá de onda comigo... Pega seu pacote e enfia no...
— Tudo bem. Talvez numa outra oportunidade. A Central de Atendimento SOS estará sempre a sua disposição.
— Eu quero a Ana, cara... Me devolve ela, cara...
— Sua solicitação está registrada. Protocolo 171-171. Pode acompanhar o processo pelo site www.sos. com.
— Eu a amo... Me devolve a Ana, cara...
— Tenha um bom dia...
— TÁ SURDO, CARA?!! EU QUERO A ANA, P...
— ... e lembre-se: a SOS traz sempre...
— Ninguém me ouve...
— ... a melhor cobertura pra você.
— Ah, merda! FILHO DA PUTA! Desligou...

O Curta-metragem: Central de Atendimento S.O.S.


Sinopse: Curta-metragem baseado inteiramente na obra de Carlos Brunno S. Barbosa "Fale Conosco ( Ana e Telmo ) ". Com a trilha sonora da música "Andar sem rumo" da banda Hipnotize, de Valença-RJ. Um apoio especial da Infraseg que se dedica a segurança e ao bem estar de sua familia.
Agradeço a ajuda de todos que contribuíram para a realização deste trabalho.
Direção & Roteiro Adaptado - Joh Chiquito
Fotografia & Camera - Luan Barros
Edição de Audio & Video - Joh Chiquito
Elenco:
Maria Montera
Luan Barros
Joh Chiquito

Um comentário:

  1. E também com link aqui:

    http://sonatapremieres.blogspot.com/2014/10/central-de-atendimento-sos.html

    Abraços.

    ResponderExcluir