quarta-feira, 16 de julho de 2014

Cem Poemetos de Solidão: Poemeto LXXXI

LXXXI


Pra destruir o inverossímil “american dream”, inventei-me socialista no mundo capitalista. Ah, logo eu, tão anarquista, tornei-me um bolchevique caçado pela CIA! Pra destruir a efemeridade de um falso sorriso amigo, bastou-me sorrir pro seu maior inimigo.


Um comentário: