sábado, 14 de junho de 2014

Solidões Compartilhadas: O eu lírico de Mayara Silva explica o que é o Amor

Há coisas que valem muito mais que uma vitória na Copa do Mundo, há coisas que valem muito mais que qualquer outra vitória no mundo... Uma dessas coisas é saber que uma de suas ex-poetalunas (no caso, da Escola Municipal Alcino Francisco da Silva) continua a escrever, se tornara uma poetamiga, com um lirismo cada vez mais brilhante e maduro.
Recebi, pelo facebook, uma mensagem da ex-poetaluna, promovida agora para super-talentosa poetamiga Mayara Silva, de Teresópolis/RJ – na mensagem ela me informara que voltou a escrever: “Hoje escrevi um poema sobre amor .. E, como o dia dos namorados tá aí ,pode ser usado pra alguma coisa .. Aí pensei em te mandar .. Vê se tá bom ..” Bom demais ler um novo poema de Mayara Silva, rainha de um lirismo sóbrio e com versos de ritmo rigoroso e vigoroso! Pra quem ainda não sabe, Mayara foi  uma das poetalunas mais bem-sucedidas que eu tive (ganhou, inclusive, em São Luís/MA, uma Comenda em homenagem ao seu poema para Gonçalves Dias, que já havia sido premiado com Medalha de Ouro no Concurso de Poesias da Academia de Letras de Paranapuã [ALAP], no Rio de Janeiro/RJ – você pode encontrar o poema aqui no blog, amigo leitor, através da ferramenta de busca do Google) e ainda emplacou aqui no blog diversas postagens que se tornaram super-populares. E, se continuar escrevendo maravilhosamente bem assim, vai ainda mais longe!
O poema de Mayara Silva, com quem compartilho minhas solidões poéticas hoje, deveria ter sido postado no Dia dos Namorados, em homenagem a todos os súditos do amor, porém, devido ao problema de conexão com a internet que tive nos dias anteriores (confiram a explicação nas postagens anteriores), a postagem sai um pouco atrasada, o que não é um problema, pois os bons amantes sabem que devem comemorar o amor todos os dias e um poema fodástico como o de Mayara Silva nunca perde seu valor e validade.
Arte e Amor Sempre, enamorados leitores!

O que é o amor?

Um dia me perguntaram:
O que é o amor?
Naquele momento palavras me faltaram
Pois é um sentimento meio perturbador

Há várias definições para o amor
Depende do ponto de vista
Uns amam mesmo com rancor
Outros levam o sentimento à risca

Independente da forma
O importante é amar
O fato é que o amor mais felizes nos torna
Só não pode ter medo de errar


Mayara Silva


Um comentário:

  1. Mayara, só não podemos ter medo de amar, mesmo....
    Parabéns pelo poema, poetisa menina.
    Sucesso e amei ler os seus versos puros de amor.
    Bjokas literárias....

    ResponderExcluir