segunda-feira, 26 de maio de 2014

Cem Poemetos de Solidão: Poemeto XXXVI

XXXVI


Fiz um jogo perigoso com o cinema: tentei dirigir a minha imaginação em filmes. E que loucura a minha! Por não controlar a ficção, dei de fazer aos meus filmes minhas próprias críticas. E assim inventei nas películas significados e personagens que a câmera cinematográfica jamais filmaria!




Nenhum comentário:

Postar um comentário