sexta-feira, 16 de maio de 2014

Cem Poemetos de Solidão: Poemeto XXVI

XXVI

Alguns dizem que lutei contra a demência senil. E o Monstro do Pântano da Realidade Sem Imaginação que derrubei com um murro só? Esse ninguém comenta! Doentes do visível, esses médicos loucos são incapazes de verem que o tumor da realidade está destruindo os seus espíritos.


Um comentário: