terça-feira, 17 de setembro de 2013

Sarau Solidões Coletivas Comédia Jim Provision: Eu vou cum meu amigo Ronaldinho

Ops, foi mal, galera! Foto do Ronaldinho errado!
Agora sim: esse é o Ronaldinho
homenageado nessa postagem!
Um dos momentos mais precisos para conhecer boas piadas, boa zoação, em resumo, se divertir pelo menos uma vez no ano é poder estar presente no tradicional churrasco de aniversário do amigo ‘comediante stand-upeiro’ Ronaldo Brechane. Desde os seus 24 anos (as línguas mais sacanas dizem que o fascínio dele por essa idade se mantém até nos aniversários seguintes, como se ele nunca envelhecesse, permanecendo sempre com 24 rs), Ronaldo Brechane, o ‘Ronaldinho The Wall’, mestre da comédia stand-up do Sarau Solidões Coletivas, nos permite que zoemos com a cara dele em todo início de setembro, no seu churrasco de aniversário. Houve anos que não pude visitá-lo na data tão querida e foi como se eu tivesse perdido algum sorriso, como se alguma alegria me escapasse. Mas, nesse ano, acompanhado de Juliana Guida Maia, José Ricardo Maia, Rafael Campos, Stefann Ávila (que quase tomou o posto de Ronaldinho como a pessoa mais zoada na noite) e cia, consegui visitar o Ronaldo na data em que ele comemora seus eternos 24 anos (kkk #brinquei).
Aproveitamos o momento pra improvisarmos um Sarau Comédia, no qual Ronaldo Brechane nos contou mais uma de suas velhas piadas novas. Antes disso, aproveitei o momento para declamar ao ilustre amigo aniversariante uma das versões mais toscas que eu poderia fazer do meu poema sacana “A pureza da Indecência”, acompanhado pelo violão do músico Rafael Campos, que aproveitou o momento para interpretar canções da banda Pedra Letícia, Paralamas do Sucesso e uma composição de José Ricardo Maia, que nos lembrou os bons tempos que o saudoso Adriano Gonçalves nos brindava com suas músicas, ora cômicas, ora críticas, mas sempre divertidas. Tal lembrança nos trouxe aquele sorriso meio melancólico pelo divertido artistamigo que se perdeu, mas vida que segue. O vídeo postado abaixo traz alguns destes momentos e ainda contém a participação da escandalosa cadela Pipoca e reflexões cômicas de Stefann sobre a tatuagem “Fuck”, que Rafael Campos traz gravada no braço.
Além do vídeo, posto um poema em que parafraseei (ou seja, tomei por base, com leves alterações, uma obra mais conhecida) a letra de canção “Sou Ronaldo”, de Marcelo D2. Reconstruí a letra de música seguindo meus intentos de homenagear o fodástico comediante amigo Ronaldo Brechane (no original, D2 homenageia o [na época, ainda não redondo] colega jogador artilheiro Ronaldo Fenômeno).
Logo, a postagem de hoje tem a única pretensão de não ter porra de pretensão nenhuma; apenas registrar um sorriso bobo, uma alegria informal da rapaziada do Sarau Solidões Coletivas.
Arte Sempre e Sorrisos Bobos Quando Possíveis, amigos leitores!  

Sou Ronaldo
(Parafraseando Marcelo D2 em homenagem a Ronaldo Brechane)

Sou Ronaldo
Muito prazer em conhecer
Eu sou comediante
O meu nome é Ronaldo Brechane

E quero muito agradecer a Ary Toledo
Por ter me escolhido no meio de tanto homem feio
Sou igual a todo brasileiro, eu sou guerreiro
Às vezes ensaio, às vezes nem tanto, mas sempre encanto

Sou Ronaldo
O riso sempre esteve
E estará em minha vida
E eu já nem me espanto

E se o mundo é uma piada
A gente tem que entrar dando risada
Pra evitar o pranto

Eu não me intimido e provoco riso
E só me contento ao ouvir
A galera entoando esse canto
“Eu vou cum’meu amigo”
“Eu vou cum’meu amigo”

Sou Ronaldo
Muito prazer em conhecer
Eu sou comediante
O meu nome é Ronaldo Brechane


Nenhum comentário:

Postar um comentário