quarta-feira, 3 de julho de 2013

Solidões compartilhadas: As SOULidões de Karina Silva e Luana Cavalera

Há artistas que dão o corpo e a alma pela arte. Dois desses casos são as fodásticas poetamigas valencianas Karina Silva e Luana Cavalera. Presenças constantes no Sarau Solidões Coletivas In Bar (que rola todo terceiro sábado de cada mês em Valença/RJ), Karina Silva mais uma vez nos traz um fodástico poema, desta vez em parceria com Luana Cavalera, mostrando o soul das solidões ou as solidões do soul, melhor, mostrando ambos (as soulidões), com sua marca autoral underground e ritmada.
Um poema pra dançarmos juntos com as nossas almas solitárias, amigos leitores!

Poema das Soulidões

Hoje muda a estação
E com ela, retorna aquela solidão
Cercada de sonhos bonitos de primavera.

Com a música que calou meu coração
De lembranças que restaram dela.

Vivendo com minha solidão
O tempo fez-me invisível.

No canto do silêncio
Minha alma vaga procurando abrigo.

Sorrindo sozinho
Vivendo no exílio.

Em mais um dia frio
Um poema vazio...

De um cara arrependido

Que não soube amar...


Nenhum comentário:

Postar um comentário