sábado, 26 de janeiro de 2013

Solidões musicais compartilhadas: A crítica e o amor de Luiz Guiherme Monteiro


Hoje compartilho pela primeira vez minhas solidões poéticas com o músico, compositor e poeta valenciano Luiz Guiherme Monteiro, jovem talento que conheci no facebook por intermédio do amigo e apreciador da boa arte Bruno Luís.
Luiz Guilherme toca baixo, tem um projeto de formar uma banda de Metal Core e constrói composições fodásticas, seja questionando a sociedade em que vive, seja falando de amor (“sou versátil nesses dois temas”, afirma o jovem artistamigo). Para que conheçam essa versatilidade do rapaz, trago aos amigos leitores dois poemas-composições de Luiz Guilherme: o liricamente ácido “Sociedade Maldita” e o romântico “Não existo longe de você”.
Que nos afastemos dos podres padrões da sociedade maldita e nos mantenhamos sempre perto do amor, amigos leitores!

Sociedade Maldita

Bem-vindo a mais um dia de desgosto acumulado
Mais um dia para observar a falsidade e a maldade lado a lado
Bem-vindo à vida real
Agora se toque e veja que nenhum de seus amigos é leal
Tudo é aparência, dinheiro e política
Tudo isso é a nossa Sociedade Maldita

Não perceberam ainda que isso não quer dizer nada?
Nunca notaram que sua aparência interior sempre é tão podre quanto o que você pensa e fala?
Todos sabem a triste resposta
Sociedade Maldita que acolhe de forma calorosa
Todos que se encaixem em seus padrões
Todos que usem seus ridículos bordões

O sistema só funciona para o sistema
E então por isso aprenda
Não é o saco de cimento que ele te deu agora
Que vai impedir seu filho de se vender para as drogas
Talvez seja isso que eles querem
Mas com certeza não é o que todos merecem!

Política e clero são irmãos de finanças
Assim como a fome e ignorância sempre estão com as pobres crianças
Mas é claro que eles querem desse jeito
É mais fácil comprar votos de ignorantes para virar prefeito
Olhem para suas próprias e vazias vidas
Aliás, olhem para o que há muito tempo já fugiu de suas vistas

Dinheiro, lute por dinheiro
Lute por fama, para deixar de ser um simples fazendeiro
Passe por cima de todos os seus amigos para isso
Mantenha esse ciclo como seu vício
Bem-vindo a Sociedade Maldita
Bem-vindo a sociedade que te escraviza

Você não é, nem será bom o suficiente para eles jamais
A única coisa que eles colocarão em sua lápide junto com teu nome é aqui jaz
Não se entregue a eles
Não tenha medo deles
Se eles mesmos não se destruírem sozinhos
Eu farei isso com eles e com todos seus amiguinhos

Não basta ser boa pessoa
Basta ser rico e famoso

Não basta ter amizades verdadeiras
Basta ter amizades influentes

Não basta respeitar
Basta aderir e se juntar

Não basta manter distância
Basta combater

Sociedade Maldita só lhe importa dinheiro e aparência
Que se danem os bons costumes e toda a decência
Só lhes importa serem podres de ricos
E para isso o prato de quem quer que seja pode continuar limpo e liso
Sociedade Maldita, só se importam consigo mesmos
Vocês não terão a chance de um recomeço



Não existo longe de você

Eu não aguento mais sem você
Eu não existo longe de você
Simplesmente não quero ficar longe de você
Não quero ficar sem olhar para você
Sem sentir você
Sem estar com você

(Refrão)
Não sei quando ou o que levou a acontecer
Mas sei que nada demorei para perceber
Acabei me apaixonando por você
Sem você não dá mais para viver

Não quero distância entre mim e você
Até porque nos conhecemos a tanto tempo... eu e você
Meu coração bate por você, meus olhos em tudo veem você
Não tem como negar, eu amo você
E você sabe que meu amor não é de hoje... e talvez existam outros que saibam além de você
Todos que sabem dizem... fazemos belo casal... eu e você.

Nunca senti por ninguém o que sinto por você
É amor de verdade, isto eu juro e garanto pra você
A toda hora, todo minuto quero ver você
A todo o momento quero comigo, somente você
A meses que todas as noites, todos os dias, sempre me pego pensando em você
A pessoa com quem eu quero passar a minha vida é você

A vida parece ter sentido com você
Suportar todos os tipos de pessoas se torna fácil quando estou com você
Qualquer que seja o problema desaparece se estou com você
Um dia garanto que vamos ver o amanhecer abraçados.. eu e você
Quando penso em escrever, consigo somente pensar em você
Em sua voz soando em meu ouvido e tudo mais.. em você

Um péssimo dia se torna perfeito com você
Um perfeito dia se torna péssimo sem você
No reflexo da lua, quem vejo é você
No calor do intenso sol, só penso em você
Tive milhões de planos para fugir com você
Tive milhões de ideias para contar tudo isso para você

Bom, hoje, que eu lhe amo já disse a você
A mulher que me cativou, me domou e a qual eu amo é você
Eu envio essa música a você
Junto com o convite que vou fazer para você
Já fiz antes, então agora vou repetir para você
Que tal, sermos para sempre só eu e você?

Um comentário:

  1. Interessante esse tom desesperançoso do primeiro que se equilibra nesse segundo por meio do personagem "você", essa paixão, esse amor é que equaliza a existencia desse eu lírico. GOSTEI.

    ResponderExcluir