segunda-feira, 23 de julho de 2012

Solidões compartilhadas: Voando nas asas de amor de Juliana Maia


Hoje o blog faz aniversário: 1 ano de existência, resistência e, principalmente, poesia! E, como as solidões são coletivas, comemoro compartilhando solidões poéticas com a poetamiga valenciana Juliana Maia. A própria autora se denomina como “uma menina feliz, e apaixonada pela vida. A que sempre tenta sorrir e acordar de bom humor. E acima de tudo, a que ama incondicionalmente seus amigos, familiares e o namorado!”. Dona de um lirismo fascinante e meigo, Juliana Maia nos leva a um universo lírico paralelo, onde toda dor e alegria são eternizadas pela beleza da palavra.
Voemos com Juliana Maia por esse mundo de “amor e asas”!

Amor e asas


Deixo-te ir
Com medo de te perder
Medo de nunca mais te sentir
E ter que te esquecer.

Vejo-te andar
Em direção ao horizonte,
Vejo te afastares
E a cada passo teu, de ti eu fico mais distante.

Vejo-te partir
Implorando para ficares
Mas com a mesma certeza que te deixo seguir,
Um dia eu sei que vou te reencontrar.

2 comentários:

  1. Parabéns!!!
    E pensar que o meu tem uns 2 meses somente...um dia chego lá rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Fernando!!! Com certeza, daqui a 10 meses estaremos lá no seu blog soprando as velhinhas do bolo de variedades de seu blog ;)

      Excluir