sexta-feira, 6 de julho de 2012

Solidões compartilhadas: "Só por hoje", de Janaína da Cunha para todos nós

Janaína da Cunha
Sexta-feira é dia de renovar as esperanças com poemas grandiosos. Por isso hoje compartilho minhas solidões poéticas com a amiga ativista multicultural Janaína da Cunha. Bisneta do imortal Euclides da Cunha, jornalista, poeta, atriz, acadêmica da Academia de Letras do Brasil, correspondente da ABL/Suíça, agitadora cultural, militante artística, criadora e apresentadora do Evento Identidade Cultural & Movimento Culturista, a Comendadoramiga Janaína da Cunha é muito mais que uma escritora, ela é a própria Literatura em lindos e líricos movimentos (quem quiser conferir mais poemas dessa grande escritora, aí vai o link do blog "Santos & Profanos", atualizado pela própria autora: http://janainadacunha7.blogspot.com.br/).

Conheci Janaína da Cunha através de contatos com Nana B. Poetisa e do Evento Identidade Cultural & Movimento Culturista, organizado por Janaína, e confesso que um otimismo sublime se desenvolveu em minha poética naturalmente pessimista: sim, a escritora tem esse poder de renovar artes estagnadas; sim, desde que a conheci, eu acredito ainda mais no poder salvador da arte! E, por isso, para todos nós mantermos viva a chama da arte e da esperança, hoje compartilho seu poema "Só por hoje" para que voltemos a ACREDITAR na humanidade, na vida, na cultura e contracultura renovadoras de toda expressão artística.

Mirian Panzer

Além do excelentíssimo poema, posto também o vídeo que contém a interpretação belíssima da atriz gaúcha Mirian Panzer para essa obra-prima de Janaina da Cunha. Com sonoplastia de Juhnior Luiz, a performance encantadora de Mirian Panzer foi apresentada na 4.ª Edição do Evento Identidade Cultural & Movimento Culturista, no dia 30 de junho de 2012, no Café do Bom, Cachaça da Boa, na Rua da Carioca, Rio de Janeiro/RJ.



Viajemos com Janaína da Cunha, Mirian Panzer e Juhnior Luiz por esse mundo lírico de grandes esperanças que só a boa arte é capaz de nos levar.




SÓ POR HOJE

Só por hoje quero me embriagar de vida
e viajar nos braços da ilusão.

Só por hoje eu quero voltar a ser aquela menina
que frequentava a escola bíblica dominical
e se sentia protegida de todas as dores
quando segurava a mão de sua mãe.
Como gostaria que essa menina renascesse das cinzas
que a marca da vida deixou na mulher!
A menina que acreditava em sonhos impossíveis,
que o poder do amor era capaz de modificar o coração do homem
e de transformar o mundo num lugar melhor.

Só por hoje eu quero voltar a ACREDITAR!
Acreditar na humanidade,
na força dos meus versos
e nas palavras dos grandes homens
que assinaram seus nomes na história.
Marthin Luther King onde está você?
Ghandi onde foram parar seus ensinamentos?
Valeu a pena, Malcom X, tudo o que você passou?
Madre Teresa de Calcutá... para que tanto amor, tanta entrega?
Vocês lutaram por acreditar em algo maior,
se doaram por outros homens
que bordam suas vidas em mesquinharias e enganos!
Muitos foram os homens e mulheres que acreditaram
na justiça, no amor e na esperança
como um dia eu acreditei quando era criança.
E daí? Posso dizer: "Garças à Deus" por isso?

Valeu a pena pregar suas ideologias, viver por elas,
doar suas vidas e derramar seu sangue
por amor a humanidade como Jesus Cristo fez?
Por quem?
Por esses homens ingratos, cegos pelo preconceito,
surdos de covardia e mudos de orgulho e prepotência?
Valeu? Será que valeu?

Seres humanos onde está a sua humanidade?
Indago isso todos os dias quando ligo a televisão
e assisto prostitutas e gays sendo espancados covardemente.
Quando leio no jornal e vejo meu povo se matando
e pedófilos safados roubando a inocência de nossas crianças
no lugar de protegê-las!
Meus olhos observam nossos políticos roubando sonhos
e rindo descaradamente da cara do povo
em vez de servirem sua nação como prometeram antes de serem eleitos.
Minha alma chora quando presencia mais um amigo querido
se perdendo na ignorância da fogueira dos desejos irracionais.

Aprendi na escola que todo homem é um animal racional...
É mesmo? Somos?
Somos seres racionais?
Cada dia vejo mais amor e humanidade nos animais ditos irracionais:
num cachorro, num gato, num papagaio... mas, não no homem.

Seres humanos onde está a sua humanidade?
Onde está seu senso de clemência, sua benevolência,
seus valores e educação moral?
Os homens perdem-se de si mesmos
e desviam-se dos seus caminhos em nome da vaidade!
Já dizia o sábio Salomão: "Vaidades de vaidades, tudo é vaidade!"

Só por hoje eu quero acreditar que AMAR vale a pena.
Que sementes jogadas ao vento vão cair em solo fértil...
que nada é em vão!
Desejo seguir em frente com minhas crenças.
Afinal, seguir em frente é fácil.
Na realidade o que mais dói é a angústia da despedida.
HOJE eu me despeço dos meus versos sofridos.
HOJE eu abandono o medo de ser feliz
e bebo da venerável taça da ESPERANÇA.

Só por hoje eu quero acreditar
que o meu HOJE são todos os dias.
E todos os dias ressuscitarei a menina
que acreditava num mundo melhor
porque a mulher que sou hoje
ACREDITA na HUMANIDADE.

Janaína da Cunha
08/11/2011




5 comentários:

  1. Faço de suas brandas palavras ás minhas
    Esta iluminada poeta,de coração é alma encandescente,Flor-mulher,flor-menina,flor-mãe,flor-do mar,e perfume da arte.
    Plantou á semente de toda sua esperança,onde também passei á ter mais esperança,reaprendi á sonhar,Com á maravilhosa artista Mirian Panzer com sua perfomace e o grande Julio Luis ficou perfeito,este texto que neste exato instante dos ponteiros apressados,neste exato instantes as gotas caiem de emoção,neste texto que vai lá no fundo da alma.

    ResponderExcluir
  2. AHHAHA OBRIGADO PELO CARINHO MEUS IRMÃOS POETAS...É UM PRAZER ESTES NOSSOS ENCONTROS POÉTICOS, APRENDO MUITO A CADA EDIÇÃO...E MARAVILHOSO A OPORTUNIDADE DE PODER MOSTRAR UM POUCO DO MEU TRABALHO. Ó UMA CORREÇÃO SOU GAUCHA! HAAHHAHAA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rs Foi mal, Mirian! Tá consertado, amiga gaúcha, tchê! rs

      Excluir
  3. CARLOS Orfeu que lindo! obrigado meu amigo Poeta, tu também me encanta com tua Poesia e a todos nós.

    ResponderExcluir
  4. Linda, sensível e maravilhosa poetisa Janaina da Cunha, sua poesia toca fundo o meu coração, sou sua fá, bjs

    ResponderExcluir