sábado, 21 de julho de 2012

Solidões compartilhadas: O Diferente de Karina Silva

Hoje compartilho minhas solidões poéticas com a poetamiga valenciana Karina Silva. Fã de Black Sabbath, Ventania, Cássia Elller, Slipknot e Sepultura e guitarrista da banda de estilo prog noise Gadernal, Karina Silva nos traz um eu lírico que anseia o desconhecido, ser livre muito além do que os outros conceituam como normal. Sua poética possui o sábio lirismo daqueles que sabem que cada verso deve ter seu sentido completo, único, e a condensação lírica que raros poetas iluminados pela busca de identidade têm.
Em tempo: Karina Silva estreará sua carreira poético-declamatória no Sarau Solidões Coletivas 4, que acontecerá hoje, às 18:30h, no Bar e restaurante Costelão, na Getúlio Vargas, em Valença/RJ. 
Vamos, leitores, rumo ao desconhecido com o eu lírico de Karina Silva!



Diferente

Sou diferente deles.
Em um pequeno instante, tento ser igual a eles.
Caminho no vazio, arrastando minha Solidão.
Pedaços de sonhos me guiam para ser livre.
Quero flutuar pelas nuvens
Para curar minhas feridas,
Procuro o Diferente
Nesse mundo de mentiras,
Sou diferente
Mas sou a mais feliz,
Estou indo para o desconhecido
Para ser livre
Com este último adeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário