terça-feira, 24 de abril de 2012

Sarau Solidões Coletivas In Bar (e agora também In video!)



Esse é o vídeo do Sarau Solidões Coletivas in Bar, que foi realizado no dia 21 de abril, no Open Bar, em Benfica, bairro de Valença/RJ, comemorando o retorno e os 7 anos do jornal Valença em Questão, quase 12 anos do lançamento de meu primeiro livro ("Fim do fim do mundo", em Junho de 1997) e quase um ano do blog "Diários de solidões coletivas".
O evento contou comigo e a participação dos poetas Juliana Guida Maia, Jaqueline Cristina, Érick Ramos, Gilson Gabriel e Giovanni Nogueira e do cantor, compositor e músico Zé Ricardo, o "Novo Plebe". Participação especialíssima do novato declamador e, ao mesmo tempo, já experiente comediante de boteco Ronaldo Brechane.
Outras curiosidades do vídeo: foi a primeira vez que declamei completamente barbado, uma homenagem sutil aos guerreiros [quase guerrilheiros pacíficos] marxistas (que, como no filme “A culpa é do Fidel”, são vistos de forma deturpada pelas informações truncadas que a menina protagonista do filme recebe, como homens barbados e maus), hoje perdidos (e mesmo assim resistindo!) na falta de utopia, de bar em bar pelo caos. Usei a camisa da banda Lobotomia em homenagem ao punk brasileiro, atualmente em situação parecida à dos guerreiros marxistas. O evento também marcou a primeira declamação ao vivo de Jaqueline Cristina e Érick Ramos. Grande parte do sarau foi temática, dedicada a Kurt Cobain e a busca da manutenção da chama perdida: o fogo da revolução cultural não pode apagar, amigos leitores!    

Nenhum comentário:

Postar um comentário