domingo, 4 de março de 2012

Apenas mais um beatle delírio apaixonado


Ontem Juliana e eu fomos a um show da banda cover dos Beatles KRYA no Casarão Itaipava, em Teresópolis/RJ, a convite de Elizabeth Morgan. A banda KRYA (que já foi a Liverpool a convite da gravadora EMI Odeon) fez uma apresentação impressionante, deixando, no ambiente e entre o público presente, aquela vibração de paz, amor e alegria beatlenianas, como se o mundo parasse por um segundo e percebesse que a única e imensa vida possível estaria contida naquela sonho solo psicodélico de harmonia e satisfação (lembrei do meu mestre Alexandre Fonseca, beatlemaníaco-mor; se estivesse no show, ah, ele iria à loucura! rs). 
Em comemoração ao show, em homenagem a todos que até hoje carregam nos ouvidos as melodias dos fabulosos garotos de Liverpool, dedico o poema beatlemaníaco que posto hoje aos corações (e olhos) sonoramente apaixonados de meus amigos leitores:   

Eu me sinto um Beatle quando te beijo
(A revolução beatle em meus lábios molhados pelo teu beijo)

Vamos juntos, garota,
Deixemos o submarino amarelo
Mergulhar sobre as águas do céu e
Oh, yeah, deixemos que seus raios frenéticos
Toquem nossos rostos colados
No princípio de um eterno beijo.
Sim! E, enquanto os nossos olhos nublam
Nesse extenso momento de intenso desejo,
Que um céu de diamantes se arremesse
Em nossa provocada noite provocante,
Que seja concretizada a revolução do amor,
Meu amor, meu eterno amor...
Vamos juntos, garota,
Que as flores desse romântico beatle delírio 
Permaneçam férteis e firmes no jardim
Após o eterno beijo,
Como se fossemos um só,
Como se o eterno estivesse em nós,
Sem nós embaraçados ,
Somente nós enlaçados,
Nós de amor, nosso eterno amor...
Sim! Vamos juntos, garota,
Provemos que o sonho ainda não acabou!

4 comentários:

  1. "I don't want to leave 'his' now
    You know I believe and how

    You're asking me will my love grow
    I don't know, I don't know
    You stick around now it may show
    I don't know, I don't know

    Something in the way 'he' knows
    And all I have to do is think of 'his'
    Something in the things 'he' shows me

    I don't want to leave 'his' now
    You know I believe and how"

    ResponderExcluir
  2. O sonho nunca vai acabar.
    Deveria ter gravado um pequeno vídeo da banda para partilharmos também desse momento.
    Adorei o nome do blog, sou lá do purebloggers.
    Grande abraço,

    ResponderExcluir
  3. "Amar é espalhar no céu
    Beatles a granel
    Em sonhos de papel
    Porque na vida
    Amar é fel e mel" (Tom Zé)

    ResponderExcluir
  4. Gostei do post.
    Valeu, grande.
    Beatles é apaixonante e o sonho nunca acabou, pra mim...


    Papos Literários
    http://paposliterarios.blogspot.com/

    ResponderExcluir