quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Clipoema: Tenha dó

Posto hoje um clipe do poema “Tenha dó”, do quinto livro “Eu e outras províncias” (2008), de minha autoria. Animado no estilo stop motion a partir de fotos tiradas por Juliana Guida Maia, o clipe foi produzido e protagonizado pelo próprio poeta Carlos Brunno S. Barbosa, quando este visitava São Pedro da Serra, distrito de Nova Friburgo. O poema brinca com a sensação melancólica meio bossa nova que quase todo poeta passa em sua trajetória lírica. Abaixo do vídeo, está o (micro)poema inspirador.



Tenha dó

Meu coração é um violão de uma corda só.
Não tem ré, não tem si - só tem dó, tem dó de mim.
E ele toca assim: dó, dó, dói, down em mim...

Um comentário:

  1. Rsrsrsr, ai que poema fofo. Tão leve de ouvir e ler. Lembrei de Lívia, a filha de minha amiga que nasceu prematura, visitando-a esta última semana, presenciei cenas que ha dezoito anos não vivenciava, a pequena infanta chorava de cólica angustiada e fazíamos de tudo para alivia-la e nada, cheguei ao desespero de cantar uma musiquinha-mantra tenebrosa que minha avo havia me ensinado, quando desses momentos, mas sempre cantarolava mentalmente, tenho vergonha de cantar em voz alta. Bem podia voce ter postado nesse dia rsrsr, eu iria cantar para a pequena Lívia. Tenho certeza que assim como eu, ela iria adorar.

    ResponderExcluir