sábado, 17 de dezembro de 2011

Samba-poema-enraizado-com-pê-agá: Homenagem ao conjunto Pelo Telephone

Hoje tive outra boa notícia: soube que finalmente, neste dia, terei a oportunidade mais concreta de assistir ao show do conjunto de samba de raiz "Pelo Telephone", da minha querida amiga, cantora, instrumentista e compositora Jô, que, ao lado de Bebeto, Maguila, Paulinho Lima, Raul Brinquinho e Maestro Antonio Rocha, agitarão a Praça da Bandeira, em Valença/RJ, às 21 horas, como parte da programação das festividades do "Natal Iluminado" na cidade. O nome do conjunto, cujo repertório resgata as maiores pérolas do samba de raiz, é uma homenagem ao nome do primeiro samba gravado no Brasil, em 1916, de autoria de Donga e Mauro de Almeida. 
E, em homenagem a esse fantástico conjunto valenciano que homenageia o tradicionalíssimo samba de raiz (outrora esquecido em nossa região até a banda surgir), faço meu samba-poema-enraizado-com-pê-agá pra comemorar o primeiro show deles ao qual assistirei bem de frente pro palco, de cara pros ritmos que governam os nossos líricos corações. Posto também um vídeo do samba que originou o nome do conjunto valenciano pra todos conhecerem a canção que iniciou o samba em nossa história musical. 

Meu telephone 
(Samba-poema-enraizado-com-pê-agá)


Ah, o meu telephone perdeu o pê agá
Agora é com efe de afugentar
E efe, no meu samba, não dá pra rimar
Ah, o meu telephone nunca mais ouvi tocar
Pois agora a onda é o tal do celular
Mas meu telephone velho nunca vou deixar
Na minha corda bamba, deixo como está.

E a pharmácia também perdeu o pê agá
Agora é com efe de afoguear
E efe, no meu samba, não dá pra remediar
A pharmácia dos meus tempos por aqui não há
Não tem mais remédio pra me medicar
É tudo genérico, mudaram todo gosto popular
Até meu samba honesto esses novos médicos querem manipular.

Mas no telephone velho eu vou continuar
E, do outro lado da linha, no seu ouvido calado, ele vai tocar
Pode ser hoje ou outro dia, mas você ainda vai me escutar
O meu samba eterno, do telephone velho com pê agá! 


3 comentários:

  1. "Até meu samba honesto esses novos médicos querem manipular."

    Rssss, muito bom rapaz. não entendo muito de música, só aprendi ouvir, nada além disso, não sei se arnesto de adoniran é dessa mesma safra que voce destaca, mas adoro a música e essa é bem gostosinha de ouvir. adorei

    ResponderExcluir
  2. Querido Carlos Bruno,
    Em meu nome e do Grupo de Samba de Raiz "PELO TELEPHONE" agradeço sua linda homenagem.
    BeiJôsssssss

    ResponderExcluir