terça-feira, 6 de setembro de 2011

Poemas juvenis: Fim do fim do mundo (1997)


Leio o resumo da semana: novos incêndios na Serra dos Mascates em Valença, choque entre polícia e moradores no Morro do Alemão, violência em escolas, corrupção constatada, corrupção inocentada, suspeitas de corrupção, ensaios pra novas corrupções, festejos para os novos anúncios do fim do mundo (como nos lembra o poeta Wilson Fort, o fim do mundo é um moto contínuo). Às vezes, assustado com tudo isso, tento concentrar minhas vibrações nas mãos amigas que se entrelaçam às minhas e o sol brilha, mas o fim de mundo continua vivo em alguma nuvem escondida.
Por isso, hoje posto o poema que dá título ao meu primeiro livro solo “Fim do fim do mundo” (1997). Na época em que o escrevi, a TV Globo exibia uma novela chamada “Fim do mundo”, que brincava com o eterno drama dos fins dos tempos (somos dinossauros pensantes sempre realizando peças de nossa autodestruição) e o poema tenta dialogar com a canção “o último dia”, de Paulinho Moska que abria a novela (“Meu amor / o que você faria se só te restasse um dia / Se o mundo fosse acabar / Me diz o que você faria”). O cantor e compositor Paulinho Moska iniciava sua carreira solo, eu gaguejava meus primeiros versos e o mundo mais uma vez chegava ao fim pra recomeçar mais uma vez no dia seguinte, da mesma forma, com os mesmos erros e o mesmo caos de outrora. Em (des) homenagem ao nosso fim do mundo de cada dia, mantenho o poema com sua mesma forma, com as mesmas qualidades e defeitos, com os mesmos desejos e ingenuidades da versão publicada em 1997. Ainda espero que um dia o fim do mundo deixe de fazer parte de nossa rotina.

Fim do fim do mundo

Quando balas perdidas
Não ferem mais os corações inocentes
Quando favelas maciças
Não caem ao som de entorpecentes
Nem à batida de polícia
Meu amor!
Será que o fim do mundo acabou?

Quando noites mal dormidas
São pagas com a conscientização geral
Que só o sonhador tinha
Quando cores descoloridas
Apagam do céu a cor do mal
E dizem bom dia
Meu amor!
O que o amor significa?

Quando todo aquele rancor de rotina
Se retira e, num último momento de dor,
Você me beija
Meu amor!
O que esse beijo significa?

E quando este sonho acabar...
Como vou acordar
E encarar o mundo
Se o fim do mundo não acabou...
Meu amor!
Quando vamos dormir a dor
E acordar pra vida?

Um comentário:

  1. o mundo ja acabou...
    e fizeram isso sem tirar o amargo sorriso do rosto. engoliram tudo e gozaram da nossa cara q muitas vezes inocentes sorrimos reciprocamente

    Agora esta nas nossas mãos resgatar!

    Você Carlos Bruno e de imensuravel luz, sei q vai libertar e conduzir muitos ate o novo sistema chegar!

    ResponderExcluir