sábado, 20 de agosto de 2011

Solidões compartilhadas: Max Vitor e Laura Roberto em momentos brilhantes

Há muitos escritores talentosos que passam pelas nossas redes sociais e nem nos damos conta. Destaco aqui dois amigos escritores, em momentos de solidões compartilhadas:



"[...] E achava que tudo estava bem, até ver um casal de Idosos com as mãos dadas no metrô e pôs-se chorar copiosamente, pensando consigo: Existe mesmo o Amor! Isso era tudo o que precisava [...]
(Laura Roberto, via facebook)


Sinestesia (ou apenas mais um blues)


O azul tem gosto de céu.

(Max Vitor, entre as artes plásticas e o mais intenso lirismo da palavra escrita)

Nenhum comentário:

Postar um comentário