terça-feira, 2 de agosto de 2011

Poema letivo: De volta às aulas

Para o reinício das aulas não passar em branca nuvem, deixo-lhes um poema de minha passional e lírica adolescência, meio inspirado na música “Beija eu”, de Marisa Monte, e publicado em meu terceiro livro “¿NOTE OR NOT SER?”, de outubro de 2001:

De volta às aulas

Deixa eu rabiscar meu teorema no teu quadro negro
Deixa eu ver a tua geografia
Deixa eu escrever a teoria da minha gramática
Do um mais um igual a nós dois.

Tu me causas reações químicas
Fenômeno da física do amor e das paixões
Sei que ainda sou elemento desconhecido
Da tua tabela periódica
Mas, mesmo assim... deixa eu!
O amor não tem lógica
É parte da biologia do homem
Um vício que todos consomem.

Por isso
Deixa eu
Seja eu
Sejamos só nós dois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário